4 de jun de 2008

O PRESIDENTE QUE DIZ CURAR O HIV


A AIDS, a asma e a hipertensão, estas são as doenças que o presidente da Gâmbia cura. YAHYA JAMMEH, que dirige com mão de ferro o menor Estado da África continental y um dos mais pobres do mundo.

Jammeh atende pessoalmente aos doentes nos jardins da Store House, a residência presidencial em Banjul (capital do país), onde os asmáticos e hipertensos recebem um copo com uma bebida preparada em um grande vaso e servida em uma jarra plástica.

Nos portadores do HIV, que se reúnem as quintas, o presidente esfrega uma pasta verde de ervas nos seus corpos, depois de colocar uma luva protetora, e dá uma bebida amarela que prepara dissolvendo uns pós em velhas garrafas de plástico de água Evian.

Depois de vestir-se, o “paciente” tem que comer duas bananas e uns amendoins “especiais”. O “tratamento” começa e termina recitando trechos do Corão. Tudo isso acontece diante das câmaras da televisão de Gâmbia.

“- Elimino o vírus do corpo em 4 semanas. A AIDS já não é uma doença incurável na Gâmbia”, diz o presidente. Em janeiro de 2007, Jammeh anunciou em um ato oficial com representantes diplomáticos que, depois de receber uma revelação, afasta da atenção aos doentes de HIV os médicos cubanos que levam nas costas o peso do precário sistema de saúde do país (e que reduziram a mortalidade infantil pela metade em oito anos). Jammeh, que vincula o HIV com uma conspiração ocidental, dado que “afeta mais aos negros”, se nega a revelar sua fórmula: “- No vou revelar a fórmula nem depois de um milhão de anos. A Coca-cola também não revela a sua. Se alguém quer receber o tratamento, que venha para Gâmbia”.

Poucas pessoas no país ousam questionar o tratamento. A coordenadora local da ONU, a zimbabuense Fadzai Gwarazimba, ousou questionar em fevereiro do ano passado, recebeu o ultimatum de abandonar o país em 48 hs. “-É uma loucura!”, afirma um dos 140 médicos cubanos. “-São coisas da África”, lamenta outro.

“A imprensa internacional me chama de ditador. Eu gosto do termo. Sim, sou um ditador, mas um ditador do desenvolvimento”, proclamou Jammeh em 22 de julho de 2007, em Banjul, no ato que comemorava o golpe com que o permitiu chegar ao poder. Jammeh chegou ao ato com algumas horas de atraso, em uma de suas limousines Hummer negras de seis rodas e 13 metros de comprimento, graças as quais, diz o presidente, “- se fala da Gâmbia em todo o mundo”.
Fonte:El Mundo

6 comentários:

eunice disse...

gostaria de obter o contacto na gambia, vivo em angola. eunicepereira26@hotmail.com

eunice disse...

tenho uma pessoa chegada doente e gostaria de pedir ajuda. sou angolana. sua exc. presidente da gambia, este seu trabalho é muito bom, ajudar a s pessoas doentes e poderia aqui em angola ajudar tabem muita gente, aqui temos muitos portadores do hiv em angola. e as pessoas sofrem muito... saudaçoes

eunice disse...

ainda tenho uma proposta: sou uma jovem farmaceutica nao conheço nada de produtos naturais, mas gostaria de trabalhar consigo, mesmo sem saber o seu segredo, para ajudar muita gente doente. aguardo resposta. angola. saudaçoes

Anônimo disse...

então se esse tratamento funciona mesmo ele deveria ser mandado para ouros lugares, para tratar pessoas que também precisem dele. Mas as vezes ele so minimiza os efeitos do HIV, pois todos sabem que ele não tem cura ainda...
Então eu acho que esse tratamento não funciona e é sim uma fachada pra chamar a atenção do mundo para lá, pra dizer "Helo eu também existo"...
Essa é a minha opinião, mas é claro eu respeito a opinião das outras pessoas que postaram ou que postaram comentários com a opinião diferente da minha...

Anônimo disse...

As pessoas tem que acreditar que isso funciona, e dar uma chance a esses países onde não há quase tecnologia de dizer de mostrar que os recursos naturais, que há gente esta destruindo,podem ser otimos remedios e que certas doenças que o mundo inteiro achava que não tinha cura e que na verdade sempre houve a cura em um bem precioso. Temos que dar uma chance deles provarem o seu remedio.

Biga disse...

Estou Fazendo um Trabalho sobre a GAMBIA;
Gostaria de obter alguma informação sobre os Doentes [HIV, AIDS], POR exemplo se ja ouve alguma prova que funcionace. a CURA.