27 de jun de 2008

Peladões contra las atrocidades dos "encierros"

O “Encierro de Toros” é um costume espanhol, tradicional nas festas de numerosas cidades e consiste em correr diante de uma manada de touros, vacas ou novilhos. Em geral os corredores tentam correr o mais perto possível dos touros, mas sem chegar a tocá-los.
Os “encierros” mais famosos são os de São Fermin, celebrados na cidade de Pamplona (7 a 14 de julho).

Os touros aguardam no estábulo sem entender o que está acontecendo, rodeados de ruído e gente que grita ameaçante. Logo sentem golpes de varas pontiagudas e choques elétricos, o que faz que iniciem a corrida. Correm aterrorizados, enquanto centenas de pessoas os perseguem e golpeiam com rolos de jornal. É comum que os touros percam o equilíbrio e caiam pelas ruas de pedra, já que seus cascos não estão feitos para andar em estas superfícies. Resultado dessas caídas quebram ossos, perdem chifres e outras fraturas. E como se fosse pouco, ao entardecer na Praça de Touros, todos serão torturados e assassinados diante de pessoas mais preocupadas em beber que prestar atenção no sofrimento de um inocente.

Para protestar contra os “encierros” a organização PETA organiza anualmente o “encierro humano” onde pessoas tiram a roupa para denunciar esta atrocidade.

Nenhum comentário: